Junho bate recorde de calor; 2015 deve ser o ano mais quente da história (Folha de S.Paulo)

Thibault Camus/Associated Press

SETH BORENSTEIN
DA AP, EM WASHINGTON

21/07/2015 11h35

A temperatura do planeta Terra subiu em junho, superando os recordes de calor tanto para o mês de junho quanto para o primeiro semestre do ano.

Jessica Blunden, climatologista da NOAA (Administração Nacional Oceânica e Atmosférica dos EUA), junho foi o quarto mês de 2015 a marcar um recorde: “É quase impossível que 2015 não seja o ano mais quente da história”.

Temperaturas excepcionalmente altas estão se tornando algo que se repete todos os meses, segundo Blunden. A agência calculou que a temperatura média mundial em junho chegou a 16,33°C, superando em 0,12 graus o recorde anterior, do ano passado.

Geralmente, os recordes de temperatura são superados em um ou dois centésimos de grau, não em quase um quarto de grau. E a situação se mostra ainda mais dramática quando se levam em conta os semestres.

Os seis primeiros meses de 2015 foram um sexto de um grau mais quentes que o recorde anterior, marcado em 2010. A média de temperatura foi 14,35°C. O recorde anterior do primeiro semestre do ano foi marcado em 2010, a última vez em que ocorreu o fenômeno El Niño, um aquecimento do oceano Pacífico central que modifica o clima mundial.

Mas em 2010, o El Niño foi fraco. Este ano os serviços de meteorologia preveem que o El Niño vai se intensificar. “Se isso acontecer, a temperatura vai superar todos os recordes”, disse Blunden.

O mês de junho foi quente em quase todo o mundo, com calor excepcional na Espanha, Áustria, partes da Ásia, Austrália e América do Sul. O sul do Paquistão sofreu uma onda de calor em junho que matou mais de 1.200 pessoas e que, segundo um banco de dados internacional, foi a oitava mais letal no mundo desde 1900. Em maio, uma onda de calor na Índia deixou mais de 2.000 mortos e foi classificada como a quinta mais letal da história.

Harish Tyagi/Efe

A temperatura em maio e março também superou os recordes mensais de temperatura, que são registrados há 136 anos. Inicialmente, a agência calculou que fevereiro de 2015 foi apenas o segundo fevereiro mais quente da história registrada, mas, segundo Blunden, foram recebidos novos dados indicando que foi o mês de fevereiro mais quente já registrado.

A Terra superou recordes mensais de calor 25 vezes desde o ano 2000, mas desde 1916 não supera um recorde mensal de frio. “O aquecimento global antropogênico é assim: mais e mais calor”, disse Jonathan Overpeck, codiretor do Instituto do Meio Ambiente da Universidade do Arizona.

Tradução de CLARA ALLAIN

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s